My Brightest Diamond- “It’s Me On The Dancefloor”

Shara Worden, a My Brightest Diamond, já havia lançado indícios que um álbum que viria ainda este ano com o lançamento do EP Champagne, também lançado este ano. Pois bem, o novo álbum é real e se chama A Million and One, e a primeira canção “It’s Me On The Dancefloor” foi lançada esta semana.

A canção tem uma estética mais dançante, um pouco resquício do último trabalho This Is My Hand (2014), mas sem a fanfarra, mas com uma pegada um pouco mais minimalista com uma percussão mais esmerada, toques em eletrônico e a expressão única de Shara Worden. Confira então “It’s Me On The Dancefloor”:

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Angelo de Augustine e Sufjan Stevens- “Time”

Angelo de Augustine é o novo talento que o selo Asthmatic Kitty está apostando é Angelo de Augustine que está com o segundo álbum Tomb com previsão de lançamento para Janeiro de 2019.

A primeira canção lançada deste novo trabalho é “Time” e conta com a participação de Sufjan Stevens. Em um tom bem aconchegante, tanto na atmosfera do clipe quanto nas vibrações da canção, o clipe de Time tem Augustine e Sufjan tocando em um estúdio com incenso e fazendo mágica com um som lindo e contagiante, em uma das canções que certamente é destaque do mês. Confira “Time” de Angelo de Augustine:

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Descoberta da Semana: Monza

E a descoberta da semana é a banda paulistana Monza, composto por quatro integrantes, Fábio Leão, Francisco Fernandes, Felipe Misale e Luca Galego que faz um rock alternativo bem calmo e com muita melodia boa! Com o primeiro álbum lançado em 2016, o Hoje Foi Um Dia Fantástico,  a banda lançou este mês o EP com 6 canções, Bonzai!

Com uma pegada um pouco psicodélica com as guitarras e o baixo espaçado, a banda faz melodias ótimas para escutar, apreciar e relaxar. Colocamos como destaque a canção “Travessa” que abre o EP e tem um instrumental maravilhoso que encerra a canção de forma mais ainda intrigante. Confira então “Travessa”:

Publicado em Brasil, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

CHVRCHES- “Graffiti” (vídeo)

O trio escocês CHVRCHES está em turnê com seu último álbum Love is Dead e tem apresentado o singles pouco a pouco. Desta vez a faixa de destaque é a canção “Graffiti”, que ganhou um clipe bem nostálgico esta semana.

Com algumas referências dos anos 90, o vídeo inclui um casal de amigos que mata o tempo em tardes em parques e em um quarto escutando música, em uma metáfora de primeiro amor cheio de nostalgia. A parte mais legal do vídeo é com certeza o refrão que imortaliza os momentos de casal em slow motion, com os dois flutuando nos lugares, confira:

Publicado em Indie | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Descoberta da Semana: Sophie and The Giants

A descoberta da semana é o som indie com pitadas de punk da banda inglesa de Sheffield Sophie and the Giants. Com quatro integrantes, Sophie Scott (obviamente) nos vocais e os gigantes Toby Holmes nas guitarras, Bailey Staplendon no baixo e Chris Hill na bateria, a banda vem chamando atenção de grandes mídias com as canções bem agitadas:

A banda vai lançar o EP Adolescence em breve e a primeira canção lançada como single é “Bulldog” com ótimas guitarras no refrão e uma interpretação ótima de Sophie a canção flutua em uma atmosfera tranquila no começo e começa a se intensificar até realmente explodir em uma tempestade de som no encerramento da canção. Vale a pena ouvir, confira:

Publicado em Descoberta da Semana, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

St Vincent- “Savior” (MassEducation Version)

Mal passou um ano de Masseduction e St Vincent nos preparou outra surpresa.  Neste próximo dia 12 será lançado MassEducation, um álbum com as canções de Masseduction com um arranjo mais acústico, cheio de pianos e um approach mais emocional para as canções.

Até agora a única canção lançada com esta nova roupagem foi  “Savior”. Com voz e piano, St Vincent consegue passar ainda mais emoção e um pouco até de urgência com o novo arranjo da canção- tanto as partes mais pesadas e agressivas e o refrão todo celestial com uma pitada de agonia! Confira então a nova versão para “Savior”?

Publicado em Indie | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Allen Tate- “When Did I Get Like This”

O vocalista do San Fermin, Allen Tate, lançou um belíssimo álbum em 2016, o Sleepwalker.  Pois neste ano o cantor entrou mais uma vez no estúdio para gravar mais uma faixa cheia de guitarras.

Ainda com um som bem influenciado pelo indie dos anos 90,  a faixa “When Did I Get Like This” tem além de ótimas guitarras,  um som mais encorpado, principalmente nos refrões com um sintetizador que é um dos pontos altos da canção. Com vocais suaves, Tate mantém aquela interpretação única, mas desta vez em uma roupagem mais rock. Confira o lyric vídeo com direito à passarelas de metrô de Nova Iorque:

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie | Deixe um comentário

Descoberta da Semana: Blueprint Blue

A descoberta da semana é o quarteto londrino Blueprint Blue com um som bem relax que parece até ter influências de Bossa Nova com o cuidado nos vocais suaves e nos arranjos também delicados. Composto por Huw Webb, Melissa Rigby, Elliot Hayward e Rhys Timson, a banda tem lançado canções desde 2014.

Neste ano a banda lançou duas canções: “Tourist” e “Roll On” ambas mostram bem a atmosfera descontraída e relax da banda com um bom instrumental, bons riffs de guitarra e tecladinhos fofos. Pois bem, recomendamos a então última faixa da banda, “Roll On”, bem fofinha e tranquila pra vocês:

Publicado em Descoberta da Semana, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Baleia- “Eu Estou Aqui”

O sucessor de Atlas da banda carioca Baleia finalmente está a caminho! Coração Fantasma, virá de uma forma diferente- mais orgânico, com a banda soltando músicas aos poucos e vendo como elas evoluem ao longo do tempo. Hoje foram disponibilizadas três faixas: “Eu Estou Aqui”, “A Mesma Canção” e  “Lulu”.

Hoje também saiu o clipe para “Eu Estou Aqui” com Sofia através do espelho, se vendo em reflexos, se perdendo e achando em meio da multidão de eus. Com uma bela fotografia e dirigido por Philippe Noguchi confira a ótima cação de “Eu Estou Aqui” e um dos clipes do ano :

Publicado em Brasil, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

The Dodos- “SW3”

Logo o álbum do The Dodos, Certainty Waves estará disponível, mas até então podemos contentar com mais uma faixa lançada pelo duo. “SW3” é mais uma faixa que conta com os giffs de guitarra sensacionais de Meric Long e a bateria quebrada e técnica de Logan Kroeber e ganhou um clipe bem legal.

No vídeo acompanhamos a trajetória de uma garota que treina incessantemente movimentos com a espada e artes marciais, até uma apresentação tanto para o clipe quanto para mostrar suas habilidades em um templo budista. Simples, mas combinando super bem a canção com a história da garota, confira “SW3”:

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário