Descoberta da Semana: Fick as Fieves

A descoberta desta semana é o rock dos meninos do Fick as Fieves, da Inglaterra, mas precisamente da cidade de Aldeburgh. Com apenas alguns singles lançados a banda já está conseguindo um espaço na cena de Suffolk, e  é considerada uma das bandas pra prestar atenção. Composto por somente três membros,  Archie Arthur,  Harry Campbell e Richard Aries-  a banda faz um belo indie rock, com boas guitarras e melodias.

Até o momento a banda  só lançou algumas canções como singles independentes. sendo que uma delas atá ganhou video clipe para a divulgação: “Insomnia” é em preto e branco e mostra a banda tocando e ás vezes com imagens sobrepostas. Confia o som bom de Fick as Fieves:

Anúncios
Publicado em Descoberta da Semana, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Courtney Barnett- “Nameless, Faceless”

A australiana Courtney Barnett que ressuscitou aquele rock and roll moleque e inteligente  está preparando um álbum novo para este ano. Tell Me How You Really Feel vai ser lançado no dia 18 de maio e o primeiro single foi liberado esta semana, acompanhado de um clipe bem criativo.

 

A canção “Nameless, Faceless” é a primeira canção e traz o melhor das guitarras de Barnett e também com suas mensagens  sempre espertas. O vídeo pode ser simples, mas é bem divertido, com vários recortes de jornais e revistas, foi feito um stop motion com a cantora fazendo a performance da canção, e lógico gatinhos e salsichas estão no meio do clipe. Confira então, “Nameless, Faceless”:

Publicado em Indie | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Descoberta da Semana: Duck Fizz

A nossa descoberta da semana  é  em inglês ( e ás vezes em espanhol) mas com a alma latina, Duck Fizz é uma banda do México- mas específica de La Paz (do estado Baja Carolina Sur). Com somente dois EPs lançados no ano passado Duck Fizz (2017) e  A Little Taste of Us (2017) e alguns singles  em paralelo, a banda vem mostrando um bom potencial.

Composto por Mario Álvarez, Jann Ibarra, Daniel Collins e Norman Olachea, é notável a influência dos Arctic Monkeys,  tanto nas melodias quanto nos vocais (os backing vocals quase idênticos ao Matt Helders e até mesmo confundidos com a banda algumas vezes), mesmo assim, a banda ainda tem um pouco de toque deles como a bonita “Naked Bodies in the Park Together” cantada em espanhol. Confira a canção “Naked Bodies in the Park Together”:

Publicado em Descoberta da Semana, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Lucy Rose – “Strangest of Ways”

No começo de 2018 Lucy Rose nos apresentou a faixa “Strangest of Ways”, um single independente do último álbum da cantora. Como de praxe, a cantora filmou um clipe para a canção e surpreendeu pelo gesto tocante.

No clipe Lucy acompanha uma fã/ amiga que tem uma doença crônica e não consegue andar para um dos lugares do Reino unido que estava em sua lista, Giant’s Causeway, no Norte da Irlanda, resultado de uma erupção vulcânica. No video vemos a expressão de alegria da garota com um relato de como ir para o local a ajudou a se sentir um pouco mais conectada com o mundo, confira:

Publicado em Indie | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Paramore -“Rose Colored Boy”

Paramore ainda colhe os frutos da era After Laughter, após lançar o single e clipe para “Fake Happy”, o novo single é “Rose Colored Boy”, e mais uma vez a banda capricha na produção com uma ideia ótima e hilária.

Situada nos anos 80, Hayley Williams, Taylor York e Zac Farro apresentam um programa matinal com notícias e quadros voltados à culinária e curiosidades: Wake Up Roseville. Tudo é lindo em frente das câmeras mas a paz não reina nos bastidores e logo vemos algumas paranoias de Hayley e um final catártico sensacional. Divertido e criativo, confira o figurino e todas as peripécias da banda no clipe:

 

Publicado em Indie | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Descoberta da Semana: The Academic

A descoberta da semana lançou álbum recentemente, The Academic, composto por Craig Fitzgerald, os irmãos Matt e Steve Murtagh e Dean Gavin, liberou o álbum Tales from the Backseat  neste Janeiro e já é considerada um dos melhores destaques de 2018.

A banda irlandesa usa a fórmula clássica do indie rock e faz um som bem contagiante e dançante, com um vocal  único e letras  sobre relacionamentos e situações da vida. Uma das canções da banda que representa bem a atmosfera energética é “Bear Claws”, que ganhou um clipe bem legal com a banda dentro de um cubo quadriculado xadrez. Confira, tanto a banda, o clipe e o álbum:

Publicado em Descoberta da Semana, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Django Django- “Surface to Air”

Parte do álbum Marble Skies, Django Django está trabalhando recentemente o single “Surface to Air” em colaboração com Self Esteem ( projeto paralelo de Rebecca Taylor, vocal e baterista do Slow Club). Pois bem, sintetizadores e batidas dão a melodia para Rebecca cantar.

Além de emprestar a voz, Rebecca Taylor também está no clipe fazendo caras e bocas, interagindo com cachorros, andando de bicicleta e mostrando todo o seu glamour com uma televisão (que parece ter uma piscina na tela). Um clipe curioso compaisagens americanas, mas retratando bem a junção do som de Self- Esteem e Django Django, confira:

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie, Sheffield | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Incubus- “No Fun” (video)

A banda Incubus continua com aquele som rock cheio de funk, dosando bem as pegadas mais fortes da canção e tudo ainda embalado pela voz  sempre afinada de Brandon Boyd. Com o último álbum 8, a banda escolheu o último single “No Fun” e  lançou  clipe novo para a canção.

Pego de uma compilação de shows da banda, o clipe mostra cenas diversas da banda fazendo a performance da canção, além de mostrar como é a atmosfera de um show ao vivo deles. Com uma ótima ideia de colocar introduzir o vídeo com uma montanha de televisores exibindo cada um uma performance da banda. Simples, mas muito bem feito, confira “No Fun”:

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Descoberta da Semana: Childcare

A descoberta desta semana vem da Inglaterra e faz um som bem legal de indie rock com pitadas de pop, vocais alternados com uma voz feminina entre elas: estamos falando de Childcare! Com quatro integrantes, Ed, Emma, Glyn e Rich, a banda consegue passar uma energia única e melodias bem boas e viciantes.

Com somente um EP lançado e com alguns singles lançados entre um mês e outro, a banda tem conseguido conquistar alguns fãs, com suas canções e performances ao vivo.  Do último e eclético EP Made Simple, a banda mostra canções ótimas como “Dust” e “Kiss?”, mas escolhemos a canção “Getting Over You” que tem até um clipe bem criativo da banda, confira:

Publicado em Descoberta da Semana, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

The Wombats- “Chetah Tongue” (Video)

The Wombats está com o novo álbum prestes a ser lançado no mês que vem: Beautiful People Will Ruin Your Life. Após “I Brought a Lemon to a Knife Fight” e “Turn”, o terceiro single desta era é “Chetah Tongue” que veio com um clipe bem criativo.

Em “Chetah Tongue” voltamos aos anos 80, mais especialmente para aqueles programas fitness na televisão, mas desta vez voltados às senhoras da terceira geração que tentam se manter em forma fazendo as tarefas de casa. Em um tom bem ácido e satírico, o clipe surpreende e é fácil um dos melhores clipes de 2018, até agora, confira:

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário