Top 10: Melhores músicas de 2016

A ano de 2016 passou, e enquanto estávamos ouvindo rádios, álbuns e playlists nos deparamos com algumas músicas que marcaram este ano. Fizemos uma lista de canções boas que vocês poderiam ter passado despercebido, mas nós relembramos estas pequenas obras de arte:

noiseless-musicas-2016

1 Mystery Jets-“Bubblegum”// “I’m always on the outside looking in/ That’s where I’ve always been”

O tempo passa e a nostalgia ataca, “Bubblegum” aborda este tema bem sutilmente e fielmente: de saber que o que passou e nada vai voltar do jeito que era antes, do jeito que se analisa as coisas quando a distância do tempo aparece e quando não conseguimos nos desprender do passado. Mystery Jets consegue traduzir bem este sentimento universal e ainda embrulhado em um ótimo som com guitarras e violão, riff dançante, sintetizadores  e um refrão explosivo, fora a mensagem central: que podemos deixar este mundo melhor que encontramos.

2 DM Sith- “War Machine“// “Don’t ask questions to which you know the answer/ Am I in trouble,  am I in trouble”

Em uma viagem de texturas, DM Stith experimenta com sons suaves, alguns lembrando ventanias e  algumas programações eletrônicas, e as vozes sobrepostas lá pro final da canção, tão característico do cantor. A voz leve do cantor conversa consigo mesmo e traz uma ótima linha de consciência. A canção não é fácil de ser digerida, mas é um bom exemplo do que DM Stith experimentou com destreza em seu último album, além de proporcionar ótimas sensações sonoras.

3 O Terno- “Culpa”// “Parece que eu fico o tempo todo culpado, com culpa eu não sei do quê”

O trio O Terno surpreendeu não só com os clipes, mas também com o primeiro single do álbum  Melhor Do Que Parece. Com um ritmo viciante  e ótimas e hilárias  letras sobre culpa, a canção te leva a cantar o refrão e memorizar as letras bem rapidamente. Os riffs de guitarra no final da canção são a cereja no bolo.

4 The Last Shadow Puppets – “Aviation”// “The Colourama in your eyes/ Take me on a moonlight drive”

2016 marcou a volta do duo The Last Shadow Puppets, composto por Miles Kane e Alex Turner e a faixa que os trouxe de volta veio parar nesta lista. Com o mesmo ar de trilha sonora de 007, presente também no primeiro álbum do duo, “Aviation” traz Miles Kane liderando os vocais e um riff de guitarra marcante através da música, além da orquestra dando um toque clássico e sofisticado para a canção.

 

5 Kaye- “Honey”// “I won’t apologize for who I am anymore”

Ótimas batidas e um refrão que começa arrebentando nos primeiros momentos da canção, toques de rap nos versos e guitarras pesadas. Kaye mostra exatamente o poder que tem e que em uma separação amorosa também é possível sair de cabeça em pé. Canção altamente viciante.

 

6 Bon Iver- “33 God”// “This is how we grow now, woman/ A child ignored”

Como todas as canções de  22, A Million,  “33 God” é bem críptica, e há várias referências do relacionamento de Justin Vernon com Deus. Deixando a complexidade das letras um pouco de lado, a canção mostra muito bem a mudança sonora de Bon Iver- com samples, auto tunes e sintetizadores- a experimentação toma conta e um som mais forte e robusto surge lá pelo meio da canção, mas sem perder a delicadeza em alguns momentos.

7. I Kept The Wolves Away- “Howl”// “And I learned how to howl/ Get out of town and scape the world”

Guitarras e vozes e a fórmula simples e mágica de rock traz magia através das letras e melodia de “Howl”. Começando com guitarra e voz até explodir  em uma melodia viciante com um baixo marcando e guitarras cativantes embalam uma mensagem de sobreviver no mundo atual.

 

8 Jay Vaquer- “Tudo Que Não Era Esgoto”// “Aquele esgoto imenso a céu aberto se fez/ Oriundo de um cano estourado/Na esquina da rua da miséria com a avenida estupidez”

Jay Vaquer sempre sabe surpreender com letras bem críticas de um modo bem sutil e inteligente e neste último álbum Canções de Exílio, não foi exceção. A  faixa “Tudo Que Não Era Esgoto” traz  uma leveza na melodia com uma atmosfera pesada de um esgoto que saí de uma comunidade e invade uma cidade até que todo cheiro se tornasse natural. O esgoto pode ser metáfora para muitas coisas e com certeza traduz alguns acontecimentos no país.

 

9. Andrew Bird- “Are You Serious?”// “Used to be willfully obtuse(or is the word abstruse?)/Semantics like a noose/ Get out your dictionaries”

A canção que dá nome ao último álbum de Andrew Bird traz não só a sagacidade nas letras, mas um ritmo bem  orgânico com direito a seu violino e um refrão bem cativante- Andrew Bird mostra que consegue fazer um pop bem contagiante sem deixar a sofisticação de seu som de lado.

 

10. Alambradas- “Mapa dos Arredores”// “As coisas não mudaram muito desde a última vez que você me viu”

Com um piano incessante e um ritmo que embala o corpo, Alambradas faz ótimas divagações sobre pessoas e a cidade  e todas as transformações climáticas de um dia em uma grande cidade (sim, uma ótima reflexão sobre São Paulo, apesar que as referências são universais).

 

Guilty Pleasure:

“Alphabet Boy”-Melanie Martinez

Ok, colocamos “Alphabet Boy” mas consideramos a obra inteira de Melanie como algo que curtimos- não só pela música bem bolada com o tema Cry Baby, com personagem e histórias, mas com as associações de palavras e expressões e lógico, os vídeos super criativos e com muita crítica nas entrelinhas. Melanie pode ser super nova e fazer pop comercial, mas conseguiu transcender e trabalhar um universo e temas polêmicos com destreza:

Anúncios

Sobre samarasammy

A simple girl lost in thoughts and feelings-
Esse post foi publicado em Especial, Indie e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s