Melhores faixas de 2011

2011 acabou e muitas coisas boas e ruins aconteceram. Este ano, em particular, pareceu não ser tão fértil para o campo musical, apesar que vale ressaltar os talentos brasileiros que estão começando a surgir, trazendo uma atmosfera nova para a cena musical brasileira. Dentre os inúmeros singles lançados no ano passado, ressalto estes dez como melhores de 2011.

1. Cruel– St. Vincent- St. Vincent, ou simplesmente Annie Clark, teve seu reconhecimento em 2011, mas mesmo assim, seu talento passou bem longe de ser devidamente aplaudido. Em Strange Mercy, seu terceiro album, a garota voltou às origens da guitarra botando muito marmajo no chinelo.  “Cruel” é simplesmente uma das melhores definições desta cantora super versátil- começa com a suavidade de uma musica a lá anos 50 para logo vir as guitarras junto com um refrão fofo e assustador. St. Vincent é assim, dualidade em pessoa!

2.Queen Teen– The Violet May- Essa música é simplesmente sensacional. Guitarras a todo vapor, melodia bem feita, e que voz do vocalista Chris McClure, que se enquadra perfeitamente com os backing vocals do  guitarrista John Kubicki. Sem perder o ritmo, a musica começa calma pra explodir no meio. Ao vivo a musica é demais, mas a versão em estúdio também não perde muito a energia principal. Uma das musicas mais sexies do mundo com certeza.

3. Felicidade– Marcelo Jeneci- Uma das grandes revelações da cena musical brasileira. Embora já tenha participado como compositor, Marcelo escolheu a dedo o single “Felicidade”. Com  uma letra simples e melodia marcante, além de Laura Lavieri cantando brilhantemente o refrão, é impossível não se envolver. “Felicidade é só questão de ser”- sim uma musica simples, que trouxe felicidade para alguns dias nublados.

4.Inhaler– Miles Kane- O primeiro album solo de Miles Kane é muito bom, um dos melhores do ano, trazendo umas letras com parceria com Alex Turner e elementos sonoros emprestados dos anos 60. “Inhaler” é o destaque do album para mim, os riffs são emprestados de uma canção dos anos 60, e a letra simples mas certeira, faz todo o trabalho de ser uma ótima canção. Impossivel não gritar “Inhaleeeeeeer” ao escutar os riffs, seja onde estiver.

5. White Nights– Oh Land- O album de estréia de Oh Land também é um dos destaques de 2011. E “White Nights” é uma das musicas mais fofas da história. A musica é sobre Nova York, e diz como a cantora se sentiu ao visitar a metrópole norte americana. A melodia é ritmica e tem xilofones que traz uma delicadeza para a canção, trazendo sorrisos ao escutar!

6. Simple Math-Manchester Orchestra- uma ótima canção e clipe. Não conheço muito de Manchester Orchestra, mas esta música, apesar de ter quase 5 minutos de duração te envolve de um jeito que pede replay. O baixo desta música é genial, além de situar um clima da canção, guitarras dão um gosto especial e a letra é fantástica. É grande, magnifica…

7. Stuck On Puzzle– Alex Turner- Acho que Suck it and See dos Arctic Monkeys tem muito mais a ver com este EP  do vocalista da banda do que com a banda em sí. Submarine EP, a trilha sonora do filme de mesmo nome de Richard Ayodale, traz Alex em uma liricidade única, mais aflorada nesta canção. A faixa é melancolica e fofa, e com uma linda letra. Pena que love songs não tem nada a ver com os Monkeys…

8. What You Know– Two Door Cinema Club- Uma baita musica de balada, capaz de você dançar até em um busão lotado. Incrível como esta banda tem a capacidade de mudar totalmente o clima de um dia. “What You Know” tem as conhecidas guitarras de Sam Halliday, que são cantadas em coro em festivais e a letra super fofinha, que se explode no refrão. Impossivel não dançar..

9. Não Existe Amor em SP-Criolo-Escutei pela primeira vez a canção no VMB, onde foi possível ver a parceria com Caetano Veloso, que já descrevera São Paulo uma vez em “Sampa”. A letra de Criolo é direta ao ponto e resume fielmente o que é São Paulo- e o sentimento de viver neste lugar- a relação de amor e ódio tão intrínseca a qualquer paulistano. A suavidade da canção gera um contraste com a crítica da letra. Uma grande canção, bem elaborada, com uma ótima performance- São Paulo agora tem uma nova descrição e bem fiel.

10. Rolling in The Deep– Adele- Impossível não dizer que 2011 foi o ano da Adele, e muito merecido, por sinal. “Rolling In the Deep” é uma canção forte, com batidas e performance ritmada e com um baita impacto. Adele mostra suas habilidades vocais desde o início e empolga no refrão. O único problema desta musica é a grande quantidade de execuções o que trouxe uma sensação de cansaço ao escutá-la. Mas  Adele é grande e fico feliz pelo merecido sucesso desta canção.

Anúncios

Sobre samarasammy

A simple girl lost in thoughts and feelings- Graduated in Languages (Portuguese and English) and crazy to find new sounds.
Esse post foi publicado em Especial, Indie. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s