Laura Marling- Short Movie

Laura Marling ficou um pouco sumida mas já está com um projeto novo e cabelo curto. A cantora anunciou seu próximo trabalho Short Movie, sucessor de Once I was an Eagle (2013). Ao escrever este álbum Marling se trancou em um estúdio com o produtor Dan Cox  baterista Matt Ingram, a cantora sentiu que nunca criou raízes nos lugares que passou pois nunca ficava em algum lugar por mais de duas semanas devido a turnês e a vida corrida.

marling-short

Marling também anunciou o vídeo de “Short Movie”, que começa com o violão folk característico da cantora, principalmente nas últimas fases para algo mais elaborado para o meio e o final da canção. O vídeo foi feito em animação e mostra um lindo cavalo correndo e mostrando diferentes faces. Segue o tracklisting de “Short Movie” e confira a canção:

1. Warrior
2. False Hope
3. I Feel Your Love
4. Walk Alone
5. Strange
6. Don’t Let Me Bring You Down
7. Easy
8. Gurdjieffs’s Daughter
9. Divine
10. How Can I
11. Howl
12. Short Movie
13. Worship Me

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

St.Vincent- “Birth in Reverse” video

St. Vincent antes desconhecida com seus trabalhos anteriores, ganhou o coração de muitas revistas especializadas este ano com seu último disco St. Vincent. A cantora recentemente lançou duas músicas para o Black Friday para comemorar o lançamento de um vinil Pieta, as faixas bônus são “Pieta” e “Sparrow” . Eis que o segundo single do álbum ( e ironicamente o primeiro do álbum a ser divulgado) “Birth in Reverse” foi divulgado esta semana, reforçando o furor da moça pelo mundo da música.

stv-birth

O clipe é um mix da cantora mostrando suas habilidades na guitarra com a cantora fazendo a performance da canção  como uma deusa grega ou com vestes a lá St Vincent. O clipe é simples mas com muitos efeitos de luz, só senti falta da criatividade da cantora de lábios vermelhos nesta fase da carreira nos videos…Confira “Birth in Reverse”

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Catfish And The Bottleman!

Julho/ Agosto de 2013, Sheffield estava vendo a banda Catfish and The Bottleman lançar o EP Kathleen and The Other Three que incluia “Rango” como faixa principal ferver a cidade, junto com os meninos do The Ratells, fizeram algumas performances que ficaram na história do The Plug e do pub The Frog and Parrott. Um ano depois, a mesma banda é um dos destaques da BBC com sucesso relativo internacional depois do álbum The Balcony, lançado neste ano que resultou numa turnê nos Estados Unidos aumentando mais a popularidade da banda.

catfish

A banda, apesar de ser galesa da belíssima cidade Llandlluno, encontro casa e sucesso em Sheffield.  Com apenas um álbum lançado e fazendo um rock direto e energético com uma pegada pop, a banda tem músicas ótimas como “Kathleen”, “Pacifier” e “Cocoon” e é bem capaz que a banda seja um dos nomes de 2015. Confira a empolgante “Kathleen” (e saia dançando pela casa).

Publicado em Descoberta da Semana, Deveria ser mainstream, Indie, Sheffield | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

San Fermin- “Parasites”

A super banda que mistura de tudo um pouco San Fermin, mal lançou o primeiro álbum em meados de 2013, de nome San Fermin, já está com projeto de álbum para 2015. Jackrabbit tem previsão de lançamento dia 21 de Abril e a banda conta com a participação de duas novas cantoras: Charlene Kaye e Rebekah Durham (a cantora Rae Cassidy saiu da banda no meio do ano para se dedicar aos projetos pessoais).

parasits

Já a sonoridade de Jackrabbit parece voltar ao escuro e maníaco, segundo à entrevista de  Ellis Ludwig-Leone, que já tinha escrito o álbum quando o primeiro fora lançado e re-escreveu na estrada, levando em consideração a experiência com outras bandas e os sons diferentes que escutou nos festivais. “Parasites” é o primeiro single escolhido pela banda, e realmente mostra um flerte com o eletrônico, mas o mais impressionante é que a música parece estar em camadas, com certeza é uma bela experiência sonora, confira:

Publicado em Descoberta da Semana, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Eddie -“Eu tou Cansado Desta Merda”

Eddie, uma das bandas mai fortes da cena pernambucana está dando continuidade para o projeto Carnaval do Inferno- O Baile de Máscaras, com o novo clipe da canção “Eu tou Cansado Desta Merda” que conta com a participação da cantora, também pernambucana, Karina Buhr.

eddie

Feito em animação, o vídeo retrata cenas típicas de Pernambuco: mangue pesca, e elementos da cidade como a violência, drogas, polícia e política (uma leve alusão e crítica ao projeto Nova Recife). Com estética impecável e uma crítica válida da sociedade embalada pelo som e a voz de Buhr, este é só um exemplo da sagacidade desta banda, confira:

Publicado em Brasil, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Dillon!

Se a cantora sueca Lykke Li faz parte da sua biblioteca sonora, talvez você possa considerar uma cantora parecida para ouvir. Dillon é uma garota brasileira mas cresceu na Alemanha, onde decolou sua carreira como cantora. O primeiro álbum da cantora é This Silence Kills (2001) e neste ano, a cantora lançou The Unknown no primeiro semestre. Voz e temas melancólicos (e que mexem em feridas) com piano e elementos eletrônicos, Dillon mistura uma delicadeza com o denso, dando num som bem interessante.

dillon

The Unknown, assim como o primeiro single desta era “Matter of Time”, se mostra mais calmo e íntimo comparando-se com o primeiro trabalho. Os sons são minimalistas: é possível distinguir bem os instrumentos mas o conjunto da obra surge canções inovadoras e significativas. Neste álbum os silêncios e palavras e detalhes dos sons dão o significado necessário, o que deixam as músicas fantásticas. Confira “Matter of Time”:

Publicado em Descoberta da Semana, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

My Brightest Diamond- “Lover Killer” video

Segundo single da era This is My Hand do projeto My Brightest Diamond ganhou clipe nesta semana.  A deliciosa canção “Lover Killer” aborda exatamente o nome da canção de um modo super criativo no vídeo, dando mais uma leitura pra canção.

My-Brightest-Diamond-Lover-Killer-video-608x339

De acordo com o diretor do vídeo, Jean- Paul Frenay, o vídeo é uma alegoria de renascimento, e há os dois temas centrais da canção: amor (lover) e assassino/ assassinato (killer). Co uma atmosfera pesada e fantástica, o vídeo retrata a dúvida e consequência da decisão no momento que ela é feita. ótima produção e script, é com certeza um dos mais profundos e significativos vídeos deste ano, confira:

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Son Lux !!

Son Lux é um artista experimental eletrônico. O projeto de Ryan Lott aos poucos tem sido reconhecido por muitos nomes da cena pop-indie do momento: a adolescente Lorde de versões de “Easy” na turnê que englobou as Américas e Europa e agora e Bat For Lashes regravou a música “Plan the Escape”para a trilha sonora (de altíssima qualidade) do filme Hunger Games. Isso me fez pensar: por que o cara não toca em rádios ou não tem seu trabalho mais divulgado e prestigiado. Conheci Son Lux com o projeto Sisyphus e fiquei pasma coma qualidade de sons e texturas diferentes capaz de despertar sentimentos únicos.

son lux

Son Lux tem 4 albuns lançados sendo um deles um self-release até encontrar a gravadora atual: Joyful Sound. Lanterns (2013), último disco lançado pelo moço trabalha bastante com sons experimentais, mudanças de ritmos e elementos diferentes, sem deixar o orgânico de voz e piano de fora da combinação final. Eu realmente acho estranho o mainstream não falar de um artista tão genial assim, sendo que a sonoridade que Ryan propõe é sim algo nada usual. Boa coisa é que de certo modo ele está sendo divulgado, mas ainda pouco conhecido por muitos.

Publicado em Descoberta da Semana, Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Screaming Maldini- “The Last Day of Miner’s Strike”

Más notícias para aqueles que companham os super talentosos músicos Screaming Maldini:  banda decidiu dar um fim às atividades, embora ainda farão apresentações até o final do ano, respeitando a agenda e dando continuidade ao projeto Monthly Maldini XII (sim, quele projeto de uma música por mês). Desta vez o projeto é uma versão de uma música de uma banda também de Sheffield: “Last Day of The Miner’s Strike” do Pulp. maldini miners Ao regravar a canção Screaming Maldini deu um toque delicado, moderno e mais orgânico pra canção dos veteranos Pulp. A canção tem como tema uma greve que aconteceu na cidade na década de 80, e que marcou época. Confia a faixa reinventada pelo Screaming Maldini:

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie, Sheffield | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

The Dodos- Individ (album)/ “Competiton” (single)

A dupla americana The Dodos mesmo ainda depois da ressaca do tocante, sensível e extraordinário Carrier, anunciou trabalho novo para ano que vem: 2015 será embalado pelo som do novo disco de nome Individ, e nesta semana a banda anunciou o single novo “Competition” . O álbum será lançado dia 27 de Janeiro e a última faixa terá participação de Brigid Dawson da banda Thee Oh Sees.

PRC-284LP-COVERART_HIres

Com capa novamente em desenho, agora com cores e um pouco mais apocalíptico, Individ tem uma bela canção de single. “Competition” lembra um pouco a pegada energética de “Substance”, com bateria incessante, ritmo marcado e inovador, além dos vocais suaves…um som orgânico mas super inovador, o que falta na cena musical de hoje! Confira o tracklisting e a faixa “Competition”:

1. Precipitation
2. The Tide
3. Bubble
4. Competition
5. Darkness
6. Goodbyes and Endings
7. Retriever
8. Bastard
9. Pattern/Shadow

Publicado em Deveria ser mainstream, Indie | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário